quarta-feira, 6 de abril de 2011

- Entenda que: meu sentimento não mudou, e eu continuo lutando.

Eu ainda te amo. Eu ainda sorrio ao ver uma foto sua. Eu brinco com minhas roupas, imaginando o que você pensaria se me visse com algumas delas. Meu coração ainda dispara quando as pessoas perguntam sobre você. Sempre algo referente ao nosso “antes” empata minha vida quando estou caminhando sem nenhuma mágoa. Ainda deito na cama e fecho os olhos com mais força para ver se dói menos. Ainda seguro meu celular esperando algum sinal seu. Eu ainda digo a todos que “não é o fim” e sempre me dizem para lutar. Eu sei o que eu ainda sinto, mesmo quando você demonstra completamente o contrário. E só sei que em um dia qualquer eu ainda vou acordar e vai ser diferente. Até lá eu vou levando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário